Finalmente após 3 anos, o Google resolveu lançar uma atualização significante para seu OS mobile. O Android P. Agora sim, aqueles que ainda estão presos entre os Android 5, 6, 7, possuem incentivos suficientes para considerar aposentar seu celular antigo. Os gestos chegaram com tudo, deem adeus as notificações que não te deixam em paz. 

Apesar dessa atualização não ser tão significativa para o visual, elas são o que os fãs vem implorando a anos. Por exemplo, um dos principais problemas dos usuários de smartphones hoje em dia é o tempo que perdemos com essas caixinhas de plástico e vidro. A solução para essa adversidade seria, uma opção nativa do sistema onde o dono do aparelho pudesse observar seu uso diário e limitar o tempo gasto em alguns aplicativos.

Por exemplo, digamos que você queira passar apenas 30 minutos por dia no Facebook, após esse tempo limite o app ficará preto e branco, impossibilitado de ser aberto e nem mesmo vai aparecer uma mensagem para ignorar (caso seja realmente necessário, é possível desbloquear o acesso nas configurações). 

O Google também está experimentando aplicar esse limite de uso em todo o sistema na hora que você for para cama dormir, ou seja, todos apps ficariam impossibilitados de serem acessados (Talvez funcione para pessoas com básico auto controle).Digital Wellbeing

Quanto as notificações, uma das minhas configurações mais amadas do android “Não Pertube” vai passar por algumas pequenas mudanças. Agora, quando seu telefone entrar no modo Não perturbe, você poderá defini-lo para que as notificações não apareçam. Nem mesmo na gaveta de notificação. Você também poderá ativar o recurso “Não incomodar” virando o telefone com a tela para baixo em uma mesa. Outra novidade é a separação entre seus Apps de trabalho e pessoais.

Caso seja necessário silenciar o aparelho rapidamente, basta pressionar os botões de volume + e -, simultaneamente.

A navegação por gestos é pessoalmente algo que eu sempre quis ver implementado no Android, mas desde a versão 2.0 Gingerbread, se não me falha a memoria, esses malditos “Voltar, Casa (home) e Multitarefa” nunca foram substituídos por algo mais fluido. Pois bem, no Android P, o Google começará a fazer a transição para um esquema de controle baseado em gestos. Primeiramente, você verá o botão inicial e deslizará até a multitarefa e o botão de retorno, aparecerá quando um aplicativo puder usá-lo (algo bem semelhante aos gestos que a Apple implementou no iPhone X).

Além disso, a multitarefas ganhou algumas poucas mudanças, agora é apresentada sobre a tela na forma de Live Tiles, ou seja, muito provavelmente será possível interagir com os apps rodando em segundo plano sem, necessariamente, ter que abri-los.new system navigation

Por último, mas não menos importante, edição de Captura de tela, Bateria Inteligente e busca inteligente. Apesar de ser algo presente na maioria dos aparelhos da LG, Samsung, Sony e afins. Após todos esses anos não seraá mais necessário baixar aplicativos de terceiros para editar Prints no android P.
Quanto a Bateria e Busca inteligente, isso existe porque o Google resolveu que vai mexer com AI (Inteligencia Artificial), ou seja, com tempo e uso, o seu Smartphone aprenderá como você o usa. Assim que juntar dados suficientes, começará a limitar a bateria para aplicativos usados com pouca frequência.